terça-feira, 12 de julho de 2011

Dia Ensolarado...




Queridos Leitores,
Tenho que dizer que estou com saudades, mas isso já esta tão repetitivo que estou com vergonha (risos). Não sei o que me da para abandonar o blog desse jeito minha gente...só que eu não gosto de botar qualquer coisa, gosto de pensar e refletir no que vou escrever. Hoje estava mergulhada em meus pensamentos e pensei sobre o blog então eu pensei que se meu cérebro fosse fotográfico ou fosse tipo um computador para gravar todos os meus pensamentos meu blog não estaria tão abandonado assim, sendo que minhas idéias estariam gravadas e esse é o problema, pois tenho idéias só que são tantas coisas durante o dia que acabo esquecendo um pensamente ou um tema interessante. Enfim...1 minutos de silêncio pro blog (risos) Ele merece (risos,risos e mais risos)...
Então meus queridinhos do Paradisíaco Brasil, hoje vou contar uma história. Sim, hoje quero ser contadora de história ou se assim posso dizer história misturada com estória, mas fala sério hoje em dia nem se usa mais a palavra "estória" (acabei de pesquisar no google rsrs) e segundo o meu professor "Google" hoje se usa mesmo é a palavra história. Mas pra que tantos detalhes?!boa pergunta (risos) Vamos direto ao que interessa.


Demétrio sempre fora um tanto quanto estranho, mas ele sabia encantar a Morgana, era algo mágico e inexplicável, mas era a realidade. Demétrio tinha um charme que Morgana não sabia explicar, era algo tentador demais para a doida da Morgana. Enquanto para Demétrio a Morgana era Morgana demais pra ele. Na verdade os dois são a combinação fantástica que os Deuses resolveram unir...os dois com suas estranhezas que sós eles sabiam lidar. O amor ali era mais que evidente, era um fato, mas sempre com altos e baixos, coisa normal de casal.
Morgana amou Demétrio desde o momento que o viu, amou mesmo sem saber que estava amando (confuso né?!rs) e com Demétrio não foi diferente, foi tipo "tiro e queda" ou "a paixão me pegou, tentei escapar não consegui..."
Certo dia Morgana e Demétrio brigaram uma briga pequena, mas qualquer briga pequena para os dois era quase um furacão. Porém, os dois teriam que ficar lado a lado, afinal de contas iriam viajar juntinhos e estava ai o problema. Nenhum dos dois suportava olhar pra cara do outro, tudo estava demais.
Os dois estavam na estrada e ainda por cima com cara emburrada. Demétrio concentrado dirigindo e Morgana olhando pro nada pensativa. Era tarde e o sol clareava todo o céu, ventava e dava um ar gostoso na viagem. Apesar do desconforto por não se falarem tinha algo no ar, algo sublime que só os dois sabiam e então no céu tinha nuvens, nuvens parecendo algodão. Cada raio de sol batia nas nuvens deixando em relevos e fazendo tudo ficar mágico. Então Morgana chamou a atenção de Demétrio para o céu e disse que sentia saudades de viajar pelas nuvens com ele e pediu desculpa pela briga. Demétrio então falou para jovem que o que seria deles sem as brigas para notarem que as coisas mais pequenas e singelas desse mundo fizeram parte de todo o amor existente em ambos. E um tanto quanto diferente os dois sabiam que algo os unia e que era mais forte do que os olhos poderiam ver, era algo pra se sentir...




Sem mais o que dizer.
Sintam-se abraçados e beijados.